quarta-feira, 6 de janeiro de 2010

Jaboatão dá incentivos para setor de logística

Principal polo de logística do Estado, Jaboatão dos Guararapes começou 2010 concedendo isenção fiscal para as obras de construção civil de novas centrais de distribuição na Cidade, assim como para a ampliação das já existentes no município.

A medida, só divulgada ontem pela prefeitura, foi sancionada através da Lei Municipal 375/2009, publicada no Diário Oficial do município no último dia 31. A nova lei prevê algumas poucas condicionantes para a concessão da isenção do Imposto Sobre Serviços (ISS).

Uma primeira condição é que as obras sejam feitas exclusivamente em empresas de logística. Uma outra é que as empresas deverão manter placas informativas dentro e fora das centrais tornando pública a concessão do benefício. Um terceiro ponto, no entanto, ainda será definido por decreto do prefeito Elias Gomes. “As pessoas jurídicas a serem beneficiadas com os incentivos fiscais dispostos nesta lei ficam obrigadas a efetivarem contrapartida social a ser definida por decreto, considerando o porte e o investimento do empreendimento”, diz um dos artigos da lei.

O gerente de Novos Negócios da prefeitura, Gustavo Veiga, diz que Jaboatão está fazendo um mapeamento para determinar a quantidade exata de empresas do ramo de logística no município. “Estamos iniciando uma maior interlocução com o setor, queremos saber quais as necessidades das empresas”, comenta Gustavo Veiga. “Nossa intenção é incrementar a atração de empreendimentos em uma área em que já estamos muito bem. As maiores centrais de distribuição estão aqui, de grandes grupos do varejo, como Pão de Açúcar, Walmart e Arco-Íris. Também de empresas especializadas em logística, como a Rapidão Cometa.

O município é cortado por duas BRs, a 101 e a 232, e ainda está entre dois portos, o do Recife e o de Suape. Essa é uma vocação natural nossa”, completa Gustavo Veiga.

Fonte: Jornal do Commercio - 06.01.2010