quinta-feira, 22 de agosto de 2013

ANÚNCIOS EM INVESTIMENTOS LOGÍSTICOS INCENTIVAM O SETOR A AUMENTAR OFERTA DE PRODUTOS E SERVIÇOS

Com informações da assessoria de imprensa

Aquecimento do mercado levou à criação da Transporte & Logística Brasil, feira de negócios que ocorre em SP em meio a evento integrado de logística, transporte e distribuição
São Paulo, agosto de 2013 – Um ano após o lançamento do Programa de Investimento em Logística (PIL), que prevê investimentos de R$ 253 bilhões em 30 anos, o setor de transporte e logística no Brasil está bastante aquecido, apresentando oportunidades tanto para empresas nacionais quanto estrangeiras que encontram, no gargalo logístico do país, oportunidades de investimento. Isso gera bastante expectativa para a realização da primeira edição da feira TRANSPORTE & LOGÍSTICA BRASIL que reunirá no próximo mês os principais players nacionais e internacionais dos setores de serviços de Transporte e Logística, infraestruturas logísticas, condomínios logísticos e sistemas de tecnologia da informação. O evento será de 17 a 19 de setembro, no Pavilhão Expo Center Norte, em São Paulo (SP), simultaneamente à 28ª MOVIMAT (Feira Internacional de Intralogística), VUC Expo (Feira de Veículos Urbanos de Carga) e XVII Conferência Internacional de Logística.
Realizada pela primeira vez no país, a Transporte & Logística Brasil leva a assinatura da SITL (Semana Internacional do Transporte e da Logística), evento promovido em Paris, na França, e reconhecido como um dos maiores do mundo no setor. Cento e cinquenta marcas nacionais e internacionais apresentarão suas novidades no evento, que terá a França como país convidado, com um pavilhão dedicado exclusivamente aos principais players de transporte e logística franceses.
“A logística vem crescendo no Brasil e, nos dias atuais, é uma ferramenta fundamental na estratégia das organizações. Com uma logística bem planejada e integrada, as empresas podem se tornar mais competitivas em seu segmento, diminuindo prazos e custos e aumentando a lucratividade”, afirma o Diretor Comercial da Brasilmaxi Logística, Fausto Montenegro da Cunha. Segundo ele, a empresa, que apresentará durante a TRANSPORTE & LOGÍSTICA BRASIL casos de sucesso e seus serviços nos mais diversos segmentos da logística, vê na feira a oportunidade para divulgar soluções personalizadas, consolidar a marca no mercado logístico, interagir com os clientes que visitam a feira, abrir novas oportunidades de negócio e acompanhar as tendências e novidades do mercado.
Para o Controller da Braspress, empresa líder nacional do transporte de encomendas, a única que atende 100% do território nacional com 98% de capilaridade atendida com recursos próprios, Tayguara Helou, o setor de transporte e logística no Brasil é muito promissor. O Brasil é um país rico em recursos naturais e tamanho continental. Possui uma democracia clara, moeda estável e economia em crescimento. Esses ingredientes tornam-se fundamentais para o crescimento do setor de transportes e logística, pois os materiais necessários para produzir os produtos para consumo devem ser manuseados e levados do seu ponto de partida até o seu ponto final, gerando assim alta demanda para transportes e armazenamento”. A Braspress, que também participará da TRANSPORTE & LOGÍSTICA BRASIL, espera prospectar novos mercados, clientes e segmentações.“Uma feira como esta é capaz de concentrar um público muito grande de variadas atividades, o que nos possibilita demonstrar aos clientes os nossos diferenciais e o que estamos aprimorando para melhor atendê-los”, declara Helou.
A Rápido 900, que trabalha com grandes volumes de carga principalmente nos segmentos de transporte de produtos químicos embalados, higiene pessoal, produtos de limpeza, autopeças e alimentícios, aposta na feira TRANSPORTE & LOGÍSTICA BRASIL para dar ainda mais visibilidade à empresa. “É a oportunidade de reunir todos os players do setor, como transportadores, fornecedores, entidades sindicais e os grandes embarcadores do País, com um público altamente qualificado de profissionais de logística, quem realmente quem toma decisões no setor de transporte e logística”, avalia o Diretor da Rápido 900, André Ferreira. Com o setor em alta expansão, um dos grandes desafios está na qualificação da mão de obra especializada. A demanda continua aquecida, porém, o que mais nos dificulta hoje é a falta de mão de obra especializada no mercado. Para resolver isso, as entidades do setor estão trabalhando arduamente e a Rápido 900 montou um grande esquema de captação e treinamento intensivo dessa mão de obra”, afirma Ferreira.
Líder no Brasil e na América Latina em sistemas de gestão integrada (ERP), a TOTVs estará presente na TRANSPORTE & LOGÍSTICA apostando na crescente necessidade das empresas do setor em investir em novas ferramentas de gestão e/ou aperfeiçoamento de suas ferramentas atuais, que geram aumento da produtividade e automação dos processos, além de maior integração da cadeia de abastecimento.
A TRANSPORTE & LOGÍSTICA já nasce com uma bagagem internacional e de integração do setor que a qualifica com um dos principais canais para o desenvolvimento do setor no Brasil. Grandes players acreditaram na proposta e estão preparando muitas novidades para a feira, o que nos deixa bastante otimistas de que o evento trará muitas oportunidades de negócios para todos, o que contribuirá para o desenvolvimento do transporte e da logística no Brasil”, avalia Rodrigo Rumi, diretor do portfólio automotivo da Reed Exhibitions Alcantara Machado, grupo que organiza os eventos no Brasil.
O evento tem entrada gratuita para profissionais do setor pré-credenciados através do site www.expomovimat.com.br.

segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Com informações da Assessoria de Comunicação da Scania

Com 42 chassis Scania da Série K Expresso de Prata renova sua frota
Maior empresa de ônibus de Bauru (SP) investe na economia de combustível, rentabilidade e disponibilidade dos veículos da marca
São Paulo, 19 de agosto de 2013 – A Scania foi a escolhida para a renovação de frota do Expresso de Prata, que adquiriu 42 chassis, os primeiros Euro 5 da principal empresa de transporte de passageiros de Bauru, interior de São Paulo. A fabricante e a Casa Scania Codema ofereceram a melhor solução para a operação do cliente. O lote possui 29 chassis K 400 6x2 e 13 modelos K 360 4x2.
“É um orgulho saber que o Expresso de Prata escolheu a Série K da Scania para estrear sua frota Euro 5. É um reforço de confiabilidade em nossa marca, que é parceira histórica desta tradicional operadora”, afirma Wilson Pereira, gerente executivo de Vendas de Ônibus da Scania do Brasil. “Os chassis K garantem ao cliente versatilidade, baixo custo operacional, alta capacidade de passageiros, superior desempenho, rentabilidade e disponibilidade.”
“Os chassis Scania apresentam diferenciais de segurança, rentabilidade, confiabilidade, eficiência e sustentabilidade que vão ao encontro de nosso reconhecido Padrão Prata de Qualidade, que se caracteriza pelos constantes investimentos em renovação de frota, tecnologia e recursos humanos”, diz Alcides Franciscato Júnior, sócio-proprietário do Expresso de Prata.
Os 29 modelos K 400 6x2 serão utilizados para a aplicação em linhas rodoviárias entre Bauru, região e São Paulo. O K 400 entrega 400cv de potência e desenvolve um torque de 2.100Nm já entre 1.000 a 1.300 rpm. Por outro lado, as 13 unidades do K 360 4x2 serão destinadas à operação em linhas intermunicipais da cidade e localidades vizinhas. Esse chassi possui motor de 13 litros de 360cv e desenvolve um torque de 1.850Nm, também de 1.000 a 1.300 rpm. “Os motores Scania garantem a melhor rentabilidade e a maior economia de combustível do segmento, já nas baixas rotações do propulsor”, explica Pereira. Ambos saem de fábrica com sistema de troca de marchas Confort Shift, que torna a direção mais confortável, e válvula de segurança de freio de estacionamento, para garantir condução ainda mais segura.
Os chassis da Série K são equipados com motor traseiro, suspensão a ar e evolução na eletrônica embarcada.
A segurança para os passageiros é a principal característica dos veículos, respaldada por sistemas eletrônicos como o controle dos freios e da suspensão. Para uma maior economia de combustível, a Série K é equipada com Sistema de Processamento de Ar (APS), que gerencia o fornecimento de ar para os freios e a suspensão, aproveitando a energia do motor nos momentos de menor demanda de potência, como em descidas. As carrocerias escolhidas pelo cliente foram Marcopolo e Neobus.
Sobre o Expresso de PrataA história do Expresso de Prata começa em 1927, quase ao mesmo tempo em que a vida de seu fundador, o pioneiro Ângelo Franciscato. Filho de imigrantes, Ângelo chegou ainda criança à cidade paulista de Piracicaba, acompanhado apenas da mãe e com a responsabilidade de cinco irmãos menores para sustentar.
Em 1927 realizou o sonho de adquirir uma jardineira usada e abrir uma linha de transporte de passageiros entre Piracicaba e Torrinha. Nessa época, aos 19 anos, era motorista, cobrador e mecânico, e contava com apenas um funcionário para revezamento.
Como os negócios caminhavam bem, abriu uma pequena oficina, onde começou a montar suas próprias jardineiras, auxiliado por seu funcionário Lázaro de Camargo, com as quais fariam, mais tarde, as linhas Piracicaba/Torrinha, Piracicaba/Porto João Alfredo, Piracicaba/ Vila Romana e Piracicaba/Limeira. Em 1933, contava com três jardineiras de 15 lugares cada, das quais duas para o percurso e outra de reserva.
Em visita a uma irmã residente em Botucatu, Ângelo tomou conhecimento da falta de linhas de ônibus no percurso de Bauru àquela cidade, e não perdeu tempo. Dia 8 de setembro de 1934 inaugurava a primeira linha de ônibus para ligar Bauru a Agudos, Lençóis Paulista, Areiópolis, Aparecida, São Manoel e Botucatu. Com o sucesso do itinerário, vendeu os outros veículos que tinha em Jaú e instalou-se definitivamente em Bauru.
Em 1952, entregou a direção da empresa ao filho Alcides Franciscato. Com o mesmo espírito empreendedor do pai, ele levou o Expresso de Prata até São Paulo no fim da década de 50, marcando assim o início de uma nova etapa na vida da próspera empresa. Em 1958, Alceu Pedro Franciscato, também filho de Ângelo, juntou-se à sociedade, sendo um constante apoiador das ações para o crescimento da marca.
Há 80 anos, o Expresso de Prata vem procurando oferecer a seus usuários o que há de melhor em matéria de transporte rodoviário de passageiros, disponibilizando veículos de última geração e acompanhando a evolução tecnológica conforme o Padrão Prata de Qualidade. Isso inclui personalizações que propiciam conforto e segurança, proporcionando em seus ônibus importantes diferenciais como ar-condicionado, toalete, DVD e poltronas semileito, pelo mesmo preço das poltronas convencionais, na quase totalidade de suas linhas. Os ônibus Double Decker, além das poltronas semileito, possuem poltronas-leito no primeiro piso, sem que o passageiro pague a mais por isso.
Em busca de soluções que facilitem cada vez mais a vida dos passageiros e informações gerenciais cada vez mais rápidas e precisas, o setor de Tecnologia da Informação tem merecido investimento e atenção especiais. Passageiro Prata consulta horários e também compra passagem pela internet. Por meio do sitewww.expressodeprata.com.br, ele pode conhecer um pouco mais sobre a empresa, obter informações úteis para suas viagens, endereço e telefone das agências e também entrar em contato com o Fale Conosco. Indo sempre além de sua obrigação formal, a responsabilidade social, por meio de ações culturais, sociais e esportivas, tem constituído ao longo de sua história um forte elo com as comunidades onde atua. O slogan “muito mais que transporte” traduz bem essa filosofia.
Sobre a ScaniaA Scania é um dos principais fabricantes mundiais de caminhões e ônibus para transporte pesado e de motores industriais e marítimos. Os produtos de serviços têm participação crescente nos negócios da empresa, assegurando aos clientes soluções de transporte econômicas e com alta disponibilidade operacional. Com 38.600 colaboradores, a Scania está presente em mais de 100 países, com linhas de produção na Europa e América do Sul com possibilidade de intercâmbio global de componentes e veículos completos. Em 2012, as receitas totais da Scania alcançaram 79,6 bilhões de coroas suecas e o resultado financeiro após a dedução de impostos foi de 6,6 bilhões de coroas suecas.